Onde limite é a virgula e não o ponto.


Paulo

24/01/2015 11:46

Paulo

 

Dorme a zero grau

Deitado na escada catedral

Olha lá

Ele ali

 

Gentes entram

Anjos saem

Passam Paulo

E nem vêem

 

Passam Paulo

Num indo e vindo

(Vai e vem) (Sobe e desce)

Desse trem metropolitano

 

Paulo parido das taipas de pilão

Tem fé

Nascida

Na Sé

 

Esperançar de Santo

Paulo é irmão 

Mão e casa

Cruz acolhedora

Braços abertos

Paulo estuda ser ‘São’

 

O sinos enrugam

Badalam invernos

Enquanto Paulo cresce

Agiganta

Abraçando o povaréu.

 

Zero hora

Marco zero

461 anos orando

Cores de todo arco íris migram

 

Segundos passam em massa

Cafuzos brancos

Caboclos pardos

Cada cor ora por si

 

Passam Paulo

“Nem vem menino pobre!”

Sobras sobre a escada

Ninguém vê

 

Para se tornar santo

Para ser ‘São’

Paulo precisa subir a escada.

Quem o levará ao pátio do colégio?

 
Maurício de Carvalho Gervazoni
Imagem: Google Images
Mais: https://www.sem-fronteiras.net/news/sementes-d%C2%B4agua/

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!